Dê mais vida à sua casa com flores


Dê mais vida à sua casa com flores

Os arranjos dão cor e perfume, tornando o ambiente mais leve

Para combinar as flores no arranjo, você pode escolher uma cor e misturar flores de tons diferentes, como as flores do arranjo da florista Liana Glingani


Um vaso de flores pode parecer pouco, mas mexe com o astral de uma casa. Colocado no hall, dá as boas vindas aos convidados. Ao lado do sofá, exala um perfume que toma suavemente a sala. Elas constituem uma maneira simples e acessível de decorar, e podem ser o toque que faltava para deixar seu ambiente mais alegre.
“Uma casa com flores mostra que a sua dona tem cuidado com o lugar onde vive. Elas dão alma à casa e bem estar a você”, diz a florista Lúcia Milan, do ateliê Aparecida Helena Leme & Lucia Milan.
Montar o primeiro vaso não é complicado. Para começar, escolha entre flores cortadas no caule ou plantadas em vasos. Na terra, elas podem de duas a quatro semanas. Cortadas, têm um tempo de vida menor, mas podem ser misturadas em arranjos. Algumas espécies duram mais, como o lírio, a rosa, o cravo e as flores do campo. “As miúdas e delicadas vivem um pouco menos, como os jasmins e as gardênias”, diz Lúcia.
Para escolher a espécie, vale a pena se informar. “É sempre bom perguntar ao vendedor sobre a quantidade de luz e água que a planta necessita, pois isso varia muito”, diz a florista Helena Lunardelli, de São Paulo.
As cores podem orientar a combinação dos arranjos. Escolhendo uma, misture duas ou três flores de tons diferentes. Liana Glingani, florista de São Paulo, também aconselha a harmonia entre as espécies para evitar o estranhamento. “Se você escolher as do campo, continue com espécies do campo. Se usar tropicais, use todas tropicais.” Manter um padrão ajuda a evitar erros para quem está começando.
Folhas também são importantes, pois o verde dá uma base para o colorido. “Na hora de montar o arranjo, comece com a folhagem e depois vá pincelando com flores. Isso permite uma visualização melhor”, diz Helena. Ela também aconselha tirar as folhas do caule, pois além de poluir o visual, quanto mais estiverem em contato com a água, mais bactérias serão produzidas e a flor durará menos.
E mesmo com flores plantadas em vasos, é possível fazer um arranjo. “Você pode montar uma composição com vasinhos dentro de um cesto. Dá para fazer um cesto cheio de pimentinhas ou bromélias”, recomenda Liana.
O recipiente onde será posta a flor ou o arranjo pode ser um vaso comum ou qualquer outro acessório que acomode a planta com água: um bule, uma cesta de frutas, leiteira ou uma garrafa de vidro.
Liana lembra que a decoração do resto do ambiente não pode ser esquecida. “Se há mais itens contemporâneos, escolha um vaso contemporâneo, de linhas retas, ou quadrado ou cilíndrico. Mas uma peça que sempre se adéqua é o vaso de vidro.” Com os vasos de vidro, é preciso manter a água e o cabo da flor sempre limpos.
Os arranjos e vasos podem ser postos em todos os cômodos da casa, não há limitações. Mas as floristas chamam atenção para alguns cuidados. Na mesa de jantar, as muito perfumadas, como o lírio, podem incomodar, pois seu cheiro se misturaria ao da comida. Em quartos também é bom moderar na quantidade. “Evito arranjos muito grandes, ou com cheiro forte, como o lírio”, diz Lúcia.
“A flor mexe com a auto estima, faz muito bem. Quem não tem o costume de tê-las por perto deveria experimentar”, diz Helena.

Cássia Kuriyama, da PrimaPagina
Especial para o Terra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s