Salas da Casa Cor 2011


Salas da Casa Cor 2011

TV voltou para sala nestes oito ambientes de Casa CorQuem não tem espaço para home theater em casa precisa colocar a televisão na sala. Os profissionais abaixo pensaram nisso.
Quem não tem espaço para home theater em casa precisa colocar a televisão na sala. Os profissionais abaixo pensaram nisso.
Os televisores já tiveram seus altos e baixos. Logo que chegaram ao Brasil, em 1950, eram exibidos com orgulho na sala de estar. Depois, à medida que se popularizaram, perderam o glamour e foram relegados aos quartos, cozinhas e saletas temática. Hoje, a tecnologia das telas finas e gigantes faz com que eles retornem ao ambiente mais nobre da casa. Mas, para usufruir a programação com conforto, há certos cuidados a serem tomados. Veja neste capítulo projetos que acolhem o equipamento de um jeito atual e eficiente.

Ricardo Lima

Programação em dia – Para espairecer depois do trabalho, a engenheira idealizada pela designer de interiores Fátima Lima, de Goiás, gosta de acompanhar os telejornais e filmes na TV. O projeto, então, priorizou esse prazer. Na sala, um aconchegante sofá francês de linhão foi disposto em frente à tela de LCD. “Repare que ele é mais baixo que os convencionais, ideal para relaxar por horas acompanhando a programação”, explica Fátima. O equipamento ganhou a companhia de um belo painel de freijó e de um móvel baixo de 5 m de comprimento, laqueado de vermelho. Um tapete de fios de seda e algodão aquece o piso de porcelanato.</

TV em movimento – A estante de MDF desenhada pela arquiteta Ana Maria Miller, de Goiás, tem segredo. O painel de vidro com película preta que embute a TV é corrediço, levando a imagem ao longo do móvel. O recurso faz com que em qualquer lugar que se sente no sofá de couro acamurçado, de 5 m de comprimento, se possa sempre ficar de frente para a tela. A profissional também caprichou na acústica: usou um revestimento de fibra de bambu industrializada que, graças ao formato ondulado, garante alta qualidade sonora à sala. Na janela, a cortina de voal metalizado filtra a claridade do dia. Tapete macio de cetim com seda

A favor do convívio – Materiais naturais e cores tranquilas caracterizam a decoração desta sala assinada pela engenheira Rosane Hinnah, do Rio Grande do Sul. Couro do tipo camurça lezard forra as poltronas; linho cru reveste o sofá e madeira goiaba compõe móveis e detalhes da arquitetura. A TV tem como pano de fundo um painel montado com filetes de mármore travertino. Por causa da lareira de mármore crema-paraná, as pedras foram assentadas sobre lã de vidro. Todas as obras do ambiente são da artista gaúcha Carmem Medeiros, a homenageada do espaço. “É um lugar para as pessoas se sentirem aconchegadas”, argumenta Rosane

O charme das telas finas – Hoje, os novos e finos modelos de TV são pendurados como um quadro, sem interferir na decoração. A designer de interiores Doriselma Mariotto, de Goiás, explorou a tendência e localizou o aparelho na parede revestida de espelho. “A tecnologia também investiu no design. Não tem sentido escondê-la em armários”, diz ela. Integrada ao quarto por meio do painel corrediço de lâminas de freijó, a sala recebeu sofá de veludo, poltronas de linho e móveis de madeira laqueada brilhante. Sobre o piso de porcelanato, tapete de náilon com desenho em duas alturas. Luminária Pallucco, criada em 1907 por Mariano Fortuny.

Projeto autoral – A arquiteta Chris Padilha, do Rio Grande do Sul, criou uma sala seguindo seu gosto pessoal. “Tudo aqui foi ditado por minha personalidade e necessidades. Gosto de assistir TV num sofá confortável, em que posso relaxar de corpo inteiro. Por isso, escolhi este modelo de seda rústica de 2,40 m de comprimento, com chaise longue acoplada”, descreve a profissional. Como para ela um móvel deve ter visual dinâmico, a estante da TV é composta de painel de laminado de madeira, prateleiras de vidro 15 mm e nichos e gavetas de laca brilhante. Quebrando a frieza dos revestimentos claros, surge a parede azul.

Equação de bom gosto – Para chegar ao resultado desta decoração, Angélica Araújo, de Minas Gerais, somou móveis versáteis, tecidos naturais e revestimentos práticos. Assim, o sofá é de algodão e as poltronas, desenhadas por ela, levam couro e linho. Repare que as que estão de costas são giratórias: “É para que funcionem tanto na conversa quanto para assistir TV”, diz a arquiteta. O aparador baixo, com interior de madeira noce canaletto e exterior de laca fosca, é formado por quatro módulos, que podem ser deslocados quando se quiser mudar o visual do ambiente.

Distribuição livre – Os sofás de couro demarcam as laterais do espaço, mas as poltronas de estrutura cromada e tramado de couro cortado a laser têm disposição solta, possibilitando a liberdade de mudá-las de lugar, garantindo assim novas configurações ao ambiente. “Criei um lounge descontraído, apto a receber desde um casal até um grupo grande de amigos”, explica o arquiteto Ney Lima, de Brasília. O painel de laminado melamínico preto faz pano de fundo para o telão retrátil de 100 polegadas. Paredes e piso de mármore bege-bahia rústico.

No mundo do faz de conta – Inspiradas no filme Alice no País das Maravilhas, do cineasta Tim Burton, as designers de interiores Fátima Mesquita, Regina Amaral e Márcia Albieri, de Goiás, apresentam uma sala divertida, com bom investimento em tecnologia. No telão automático, controlado por iPad ou voz, é possível assistir a filmes e shows em 3D e em Full HD. Azul, roxo, turquesa e prateado compõem o sofá de couro ecológico, as mesas de centro, os nichos laqueados e o tapete de náilon, desenhado pelo trio. A parede de tijolinhos é um lançamento cimentício, com placas de 30 x 30 cm que imitam peças de demolição. Piso de PVC.</

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s