Santo do Dia 02 de janeiro


Santo do Dia 02 de janeiro
Santo Basílio

Santo Basílio (Magno)
329-379

Basílio nasceu em Cesaréia da Turquia, antiga Capadócia, no ano 329. Pertencia a uma família de santos. Seu avô morreu mártir na perseguição romana. Sua avó era Santa Macrina e sua mãe, Santa Amélia. A irmã, cujo nome homenageia a avó, era religiosa e se tornou santa. Também, seus irmãos: São Pedro, bispo de Sebaste e São Gregório de Nissa, e seu melhor amigo São Gregório Nazianzeno, são honrados pela Igreja.

Basílio estudou em Atenas e Constantinopla. Mas, foi sua irmã Macrina que o levou para a vida religiosa. Ela havia fundado um mosteiro onde as religiosas progrediam muito em santidade. Basílio decidiu ir para o Egito aprender com os monges do deserto este modo de viver em solidão. Voltou, se consagrou monge e escreveu suas famosas “Constituições”, a primeira Regra de vida espiritual destinada aos religiosos. Neste livro se basearam os mais famosos fundadores de comunidades ao redigir os Regulamentos de suas Congregações. Basílio foi eleito bispo de Cesaréia, e nesta época o representante do Império tentou fazer com que ele renegasse a Fé, mas ele não o fez. Mesmo tendo a saúde muito frágil, Basílio o enfrentou com um discurso tão eloqüente, que este representante desistiu de castigá-lo, percebendo sua admirável santidade e porque já era venerado pelo povo.

Por sua oratória maravilhosa, seus admiráveis escritos e suas inúmeras obras de assistência,
que fez em favor do povo, foi chamado “Basílio Magno”. Era amado por cristãos, judeus e pagãos. Além de sua arrebatadora eloqüência, Basílio mantinha uma intensa atividade em favor dos pobres. Doava tudo o que ganhava à eles. Foi o primeiro bispo a fundar um hospital para aos carentes e depois criou asilos e orfanatos.

Muito culto e profundo conhecedor de teologia, filosofia e literatura, seus sermões são repletos de citações da Sagrada Escritura. Escreveu seus textos de maneira agradável, clara, profunda e convincente, dentre os quais, cerca de quatrocentas cartas de rara beleza e de proveitosa leitura para a alma.

Seu pensamento era: depois do amor à Deus, ajudar, e fazer os outros ajudarem, os pobres e marginalizados.Trabalhava e escrevia sem cessar, apesar da saúde débil. Sofrendo de hepatite, quase não podia se alimentar, a ponto de sua pele tocar os ossos.

Morreu em 1o. de janeiro de 379, com apenas quarenta e nove anos e foi sepultado no dia seguinte, seguido por uma multidão como nunca acontecera naquela região. Seu amigo de vida e de fé, São Gregório Nazianzeno, também comemorado nesta data; disse no dia do enterro: “Basílio santo, nasceu entre os santos. Basílio pobre viveu pobre entre os pobres. Basílio, filho de mártires, sofreu como um mártir. Basílio pregou sempre; com seus lábios e com seus exemplos, e seguirá pregando sempre com seus escritos admiráveis”.

A Igreja autorizou o seu culto, que foi mantido conforme a tradição, no dia 2 de janeiro, dia em que foi sepultado.

Oração de São Basílio († 379): Ó Soberano Senhor!

14092011

A oração para este tempo de estudo, é do grande São Basílio Magno, Santo que viveu por volta do ano de († 379). Em minhas pesquisas, encontrei essa belíssima oração e quis publicá-la, na intenção de todos que visitam este blog, e nesse tempo de transição rezaram por mim e pelo blog. Quem me conhece sabe do fascínio que tenho pelas orações antigas da nossa Igreja e por isso sabe também que esse achado é mais que uma oração, é uma homenagem a toda família Dominus Vobiscum. Quero desejar que Jesus, o Senhor da minha vida e da sua, exerça em todos os momentos de nossas vidas, o seu Senhorio.

Ó Soberano Senhor, Jesus Cristo, ó Deus nosso,
Tu longânime para com nossos pecados,
conduziste-nos até a hora presente,
na qual pregado na Cruz vivificante,
abriste a porta do paraíso ao ladrão agradecido
e com a tua morte destruíste a morte;
sê propício também a nós teus servos pecadores e indignos.

Temos pecado, temos cometido iniqüidades
e não somos dignos de erguer nossos olhos
e de olhar para a altura do Céu,
porque abandonamos o caminho da tua Justiça
e temos caminhado segundo a vontade do nosso coração.

Mas suplicamos a tua incomparável bondade,
poupa-nos, Senhor, segundo a multidão das tuas misericórdias
e salva-nos pelo teu Nome santo,
porque se esvaíram na vaidade os nossos dias.

Arranca-nos da mão do inimigo,
perdoa os nossos pecados,
mortifica os nossos pensamentos e sentimentos carnais,
de modo que, deposto o homem velho,
nos revistamos do novo
e vivamos por Ti, nosso Senhor e Protetor.

Assim, seguindo os teus mandamentos,
possamos chegar ao eterno repouso,
lá onde está a morada de todos os que se alegram;
porque, na realidade, és Tu a verdadeira alegria
e a exultação daqueles que te amam, ó Cristo nosso Deus.

A Ti nós damos glória
juntamente ao teu Pai sem princípio
e ao santíssimo, bom, vivificante, teu Espírito,
agora e sempre e nos séculos dos séculos.

Amém

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s