Pensamento para o Dia 16 de Novembro de 2011


Pensamento para o Dia 16 de Novembro de 2011
– de Sathya Sai Baba

“Considere o lugar e a situação em que a Gita foi proferida; é aí que reside a importância desse discurso. De um lado estavam as forças do bem (Dharma) e do outro lado, as do mal (adharma); preso entre as duas e incapaz de decidir qual direção seguir, Arjuna chora em desespero. Não era apenas o seu dilema; esse é um problema universal humano. Arjuna não procurou em Krishna a glória mundana e agradável de poder, status e riqueza (Preyas) – ele procurou a glória duradoura da alegria plena (Sreyas). Arjuna disse a Krishna, “Preyas pode ser obtida pela atividade humana ou Karma. Por que eu deveria implorar a Ti o que eu posso obter por meu próprio esforço? Concede-me Sreyas, pois ela não é fruto da ação (Karma), mas o fruto de graça!” Assim, o Senhor concedeu a Gita a todos aqueles que, como Arjuna, ascendem à altura de absoluta entrega de si mesmo (Prapaththi ou Saranagathi).”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s